Fundada no ano de 1976 por Gelmino Ansolin, a Escal iniciou suas atividades com o nome de “Esquadrias Catarinense Ltda” desenvolvendo esquadrias metálicas, portas, janelas, escadas, corrimões de ferro entre outros projetos.

Em 1994 a empresa passou a ser administrada por seu filho Altemir Luiz Ansolin, um jovem empreendedor que começou investir em novos segmentos, passou a industrializar produtos em aço inox e móveis de madeira.

Com o desenvolvimento da indústria moveleira no oeste catarinense, no ano de 1999 com o aperfeiçoamento da produção, a Escal passou a fabricar móveis em série, oferecendo ao mercado produtos como cadeiras, mesas e poltronas em aço inox.

A Escal continua desenvolvendo móveis em aço inox, com a qualidade e requinte que a sua casa merece.

 

Missão
Produzir moveis e produtos para interiores de excelente qualidade, buscando a satisfação total dos clientes.

Visão
Ser uma empresa de referência nacional no ramo de moveis e interiores.

Valores
Satisfação total dos clientes atendendo suas necessidades e desejos; valorizando os colaboradores e fornecedores, agregando valor ao produto final.

 

VANTAGENS DO AÇO INOX

Quando adquirimos um produto em aço inox, estamos optando por durabilidade, beleza, higiene entre outras características para nossas casas ou empreendimentos.

O aço inox não descasca, não escurece, não enferruja e não exige manutenção, apenas a limpeza de rotina, que deve ser feita com água e sabão, detergente neutro ou produtos para a limpeza do inox.

O aço inox é um material durável, atóxico e reciclável. Na indústria de móveis, desponta como a melhor opção para substituir o acabamento cromado, que, além de causar maior impacto ao meio ambiente, tem uma vida útil breve.

Existem várias diferenças entre os móveis em aço inox e os móveis cromados, as principais delas são: o aço inox dura a vida inteira e é menos agressivo. O processo de cromação produz resíduos tóxicos que são jogados diretamente no esgoto. Além disso, libera fuligem, que comprometem a saúde dos trabalhadores. É nesse contexto que ganha força a alternativa do inox. “Os utensílios desse material nunca se transformam em lixo porque são 100% recicláveis”